May 29, 2014
by Pati
2 Comments

Fofurices de Isabella

- Depois de se machucar com um pequeno corte no joelho: “Mamãe, estragou! Tem que colar com durex!”

- Ainda na fase acidentes, depois que eu dei uma topada violenta com o dedinho e a lágrima escorreu no cantinho do olho: “Beijinho mamãe. Passou? Não? Mas vai passar!”

- Ao ver uma bandeira do Canadá hasteada em um parque: “Olha! Acode, acode acode!” (Por causa da música Marcha soldado — “acode, acode, acode a bandeira nacional!”)

- Quando encontrou uma minhoca morta no jardim “Oi minhoquinha! Oooooi minhoquinha!!! Ei! Tá com sono? Dormiu? Boa noite minhoquinha!”

- E também: ela adora flores, mas combinamos que ela só pode pegar as flores amarelas (dandelions, que são praga por aqui). Mas eu digo que ela tem que deixá-las na entrada de casa e não trazer para dentro. Ao colocar a flor cuidadosamente no canto: “Boa noite florzinha, vai dormir? Dorme com Deus!”

- Há algum tempo atrás explicamos como atravessamos a rua no sinal – as cores e os símbolos de pare e travesse. Outro dia fomos atravessar a rua daqui de casa (que não tem sinal nenhum): “Pára mamãe, tem que esperar o bonequinho!”

- A babá eletrônica do quarto delas tem um recurso de voz que eu nunca tinha usado. Eu posso falar algo pelo monitor e elas vão ouvir pela câmera. Um dia ela acordou e eu já estava com a Gabi na minha cama. Estava cansada demais para levantar e ir até lá dar bom dia (o que faço todas as manhãs quando ela acorda). Chamei ela pelo monitor e disse: “Bebella, bom dia, abre a porta e vem para a cama da mamãe”. Ela ficou alguns segundos imóvel, e a cara dela foi impagável, algo como isso aqui:

 

 

Funny-gif-astonished-Patrick-Star-cat

 

May 27, 2014
by Pati
0 comments

Para mães de meninas

Bella tem 3 anos, e é uma espoletinha. Deixar o cabelo arrumado é um desafio porque a combinação da sua molequice com os finos cachinhos acaba em muitos nós e cabelos que se embaraçam com facilidade. E é a aí que a super tia nos presenteou com uma escova de cabelo que tem sido sucesso total por aqui. Gente, muito mais fácil de pentear os cabelos das mocinhas! Como salvou a pátria, deixo aqui a foto e meu selo de aprovação. Já conheciam? Este é o modelo original, que custa uns $15, mas acho que o nosso modelo é um genérico e funciona super bem!

Tangle Teezer

tangleteezer

May 14, 2014
by Pati
0 comments

DIY caixa de areia para crianças

Estou in love com o quintalzinho daqui de casa, que, por sinal é “inho” mesmo, mas que tem sido meu canto preferido para aproveitar o tempo bom. Plantei umas flores, coloquei uns enfeites e, sempre que não está chovendo, saio com as meninas para curtirmos o finzinho de tarde. Enquanto o parque que estão construindo aqui do outro lado da rua não fica pronto, estava pensando em colocar uma caixa de areia para elas brincarem – e eu também, confesso ;-). Mas as de plástico são enormes, feiosas e nada práticas. As de madeira são lindas, mas eu não tenho nenhuma habilidade de marcenaria… E ambos os modelos são meio caros para o meu bolso que quer poupar para as férias.

Então achei uma solução mais simples, barata e prática. Pinterest (claro) meu deu mil e uma ideias de como aproveitar um desses conteineres de plástico que são usados embaixo da cama como caixa de areia para as crianças. E essa é a missão do dia de amanhã, já que temos previsão de 28 graus e quero ter uma surpresa bacana para as meninas. Vou fazer uma visita rápida ao supermercado e buscar uma caixa (custa uns $15) e um saco de areia de crianças (uns $5). O melhor é que a caixa tem tampa e rodinhas, então quando acabar a brincadeira é só fechar e colocar embaixo da mesa do quintal. Rá! Estou me sentindo um gênio, e se funcionar volto aqui para publicar uma foto do meu sucesso. E se falhar também volto para chorar as pintangas :)

 

Imagem de Kayla Aimee

DIYSandbox_1

May 7, 2014
by Pati
9 Comments

Solução para o arroz perfeito

Extra! Dica de amiga para outras expatridas pelo mundo afora! Para quem não sabe, o arroz padrão daqui (fora o basmati ou o jasmine que custam os olhos da cara mais um rim) é naquele estilo unidos para sempre, difícil de fazer funcionar, ficar soltinho… Eu estava até meio acostumada a toda essa união, já que comemos arroz poucas vezes na semana, mas um dia, depois de muito arroz queimado e grudado, comprei uma panelinha de arroz elétrica para me ajudar na cozinha. Pensei, por $8 não tem erro. Se eu não usar, doo para alguém.

Liguei o aparelhinho na tomada e… Gente, que libertação! Primeiro que a praticidade é imbatível, coloco os grãos lá e esqueço, arroz queimado, never again. Segundo que a panela tem o poder de transformar até o long grain rice! O arroz fica soltinho, cozido no ponto e uma delícia. Como assim?! Perfeito! Então, se algúem, assim como eu, anda travando uma batalha com o arroz, digo sem medo que foram os $8 mais bem gastos nos últimos tempos :)

 

plain_rice

May 6, 2014
by Pati
0 comments

Muffins sem culpa

Já faz tempo que sou fã das ilustrações da Mariana Valente. Eis que ela decidiu publicar algumas receitinhas do jeito mais fofo possível… E fiquei super tentada a testar essa aí embaixo, que rende apenas 6 muffins, quantidade perfeita aqui para casa! Porque, vamos combinar, tem arrependimento maior do que fazer uma receita inteira e depois ficar com um monte de bolinhos pedindo para serem comidos?

Aqui na página dela dá para ver todas as receitas. Cada uma mais linda e gostosa que a outra!

muffin2

May 5, 2014
by Pati
0 comments

Links e dicas da semana

Várias dicas de brincadeiras para bebês e crianças, separadas por idade. Posso garantir que é muito melhor que Fisher Price (em inglês)…

- Falando em bebês, aqui vai uma tabelinha esperta com um resumo sobre os saltos de desenvolvimento e picos de crescimento dos bebês (o que vai até mais ou menos 18 meses).

- Marido decidiu gravar uma série de vídeos sobre imigração e o Canadá. Material útil para quem pensa em deixar o Brasil ou gostaria de saber mais sobre a vida no exterior. Este é o primeiro.

- Descobri que o lugar mais barato para comprar bons esmaltes por aqui é o Dollarama! Além de Sally Hansen agora lá tem também Essie ($3) e Nicole by OPI ($3). Fica a dica!

Uma lista com 31 dicas e receitas de produtos de limpeza naturais, que podem ser feitos com materiais que temos em casa. Sim, eu sou dessas que tenta eliminar o uso de muitos produtos químicos por aqui (em inglês).

- E para fechar, esta imagem, para imprimir e colocar na sua geladeira. Pode me agradecer depois :)

cool-conversion-guide-gallon-pint-quart-cup-spoon
Boa semana!

April 30, 2014
by Pati
4 Comments

Por uma vida mais leve

Com a chegada das temperaturas mais amenas é tempo de uma grande faxina na casa, o Spring Cleaning, como chamam por aqui. Além da limpeza geral, pesada, também é hora de organizar e separar o que vai ser doado, descartado ou vendido. Esta semana, enquanto pensava no que tinha que separar e organizar, dei de cara com este texto, que fala justamente da diferença entre decluttering (descartar) e organizing (organização). E a autora sustenta justamente que enquanto a organização é algo temporário, decluttering é definitivo.

Veja, eu acho que dar destino ao que não está sendo usado é algo renovador. A casa fica mais vazia, é menos coisa para bagunçar, limpar e, o ponto chave, é menos coisa para organizar no dia a dia. Porque aquilo que organizamos segue a lei da entropia, inevitavelmente tende a ficar desorganizado novamente… E o processo precisa ser renovado constantemente. Por outro lado, o que sai pela porta não volta mais, então é definitivo, você nunca mais vai precisar arrumar, limpar ou lidar com aquilo novamente. Não é fantástico? Se você é como eu, dê uma boa olhada ao seu redor. O que está realmente sendo usado na sua casa? O que poderia ter outro destino? Não é hora de passar para frente o que só está juntando poeira e contribuindo para a desorganização da casa?

Eu já comecei as minhas doações por aqui. Acho extremamente recompensador ver as coisas saindo… Parece que o dia a dia fica mais simples e doar as coisas faz mais bem ainda para quem dá do que para quem recebe. Então vamos começar a limpeza, e você vai ver que a faxina que começa por fora acaba valendo para dentro também. E no fim todos ficamos muito mais leves :)

 

Have nothing in your homes that you do not know to be useful or believe to be beautiful.

“Não tenha nada em sua casa que você não considere útil, ou acredite que seja belo”. William Morris

[Imagem daqui]

April 24, 2014
by Pati
2 Comments

Kit primavera para crianças

A primavera demorou a chegar, mas apareceu com força por aqui. Depois do inverno mais rigoroso dos últimos 20 ou 30 anos (as fontes divergem), o verde tem aparecido com força total. Para as crianças isso significa trocar as brincadeiras na neve por muita grama, parques e  divertidas caminhadas pela vizinhança. E para essa estação, aqui em casa tem alguns itens básicos que não podem faltar:

- Giz para calçada (sidewalk chalk) – infinitas possibilidades de brincadeiras! A entrada daqui de casa fica toda colorida, mas basta chover que tudo vai embora.

 

- Bolhas de sabão: idem ao giz. Todas as crianças adoram! Este ano quero aproveitar uma embalagem vazia de sabão de roupas para fazer uma estação de refil como essa da foto.

- Kit de baldinho para areia: é tempo de voltar a experimentar novas texturas, e mesmo com a areia um pouco úmida, o parquinho sempre é uma boa pedida.

- Casaco corta vento e galochas: as temperaturas na primavera ficam entre 5 e 15 graus, o que é sucesso total! Mas apesar do sol forte, ainda bate um vento gelado e por isso um casaco leve, com capuz, que corte o vento e as galochas ainda são obrigatórias.

 

E vocês, como aproveitam as temperaturas mais quentes?

 

April 23, 2014
by Pati
0 comments

Sempre elas…

Claro que o blog não pode voltar à ativa sem uma atualização das minhas pipocas…

 

- Bella: adora cantar, ainda mais que antes. É bastante afinada e tem uma voz delícia de se ouvir. O problema é que tem só três anos e por isso quer ouvir a mesma música infitamente. Eu tenho descoberto meu lado artista (cof, cof) e acabo inventando músicas novas nas nossas brincadeiras. Se envolver música ela topa qualquer coisa :)

- Gabi: teve direito a uma festa de aniversário brasileira (simples, mas meio demais para os padrões daqui). Teve bolo, docinhos, decoração, e todo o esquema. Eu adorei o resultado e as memórias serão inesquecíveis, mas depois de toda a trabalheira preciso dizer que foi a primeira e a última…  Uma amiga olhou para tudo aquilo, virou para mim e disse: “You do realize that she’s only 1, right?”  Sim, a partir do ano que vem, só festas canadenses por aqui!

- Bella: é um bocado metódica (puxou a quem?). Adora a sua rotina e as coisas precisam ser feitas da mesma forma, na mesma ordem para que ela se sinta confortável.

- Gabi: é pequena e magrinha, mas muito forte e já fala suas primeiras palavrinhas: mamã, papá, dad, Pu (para a Pucca), Pati, abu (água), dá. Entende bastante do que conversamos com ela, manda beijo, mostra o umbigo, acena tchau e dá abraço e beijinho na irmã todas as noites antes de dormir.

- Falando em dormir, minha gente, quem falou dessa ideia de irmãos dividirem quartos não era desse planeta… Porque vou dizer, que função, viu? Todas as noites colocar as duas para dormir é como uma loteria. Algumas vezes tudo vai maravilhosamente bem, mas em outras eu nem sei como saio daquele quarto… Alguém me fala que melhora (logo)?

-Bella: depois de um período difícil de retrocesso com o nascimento da Gabi, finalmente dissemos adeus às fraldas (pelo menos durante o dia). Viiiiiva!!!!

- Gabi: é um coala. Adora ficar grudada e não recusa um colo ou chamego por nada. Eu aproveito que só, porque é a minha caçulinha  e já sei o quanto ela cresce rápido… Nunca vou poder dizer que não cheirei, amassei e beijei como gostaria!

- Bella: tem medo de insetos. Tem pesadelos com eles, se assusta terrivelmente quando vê um. Passou seis meses de inverno sem ver nada e agora a primavera chegou. O que eu faço?! Das duas uma: ou os próximos meses vão servir como tratamento de choque ou ela não vai mais querer sair de casa…

- Gabi: ao contrário da irmã, não é muito chegada a comida. Ainda espero o dia em que ela vai bater um pratão.

- Aliás, em muitas coisas as duas são totalmente opostas. Mas se completam e muito aqui em casa. E o amor só cresce!